Mãe. Inquieta. Lésbica. Foda-se. ▶ #Herstorytelling

​A quem me chama de TERF #ProjetoHisteria 

[Conteúdo assinado pelo #ProjetoHisteria]

– Você sabia que o Brasil está sofrendo um retrocesso político causado pelo heteropatriarcado racista, lesbofóbico e misógino, e que a tentativa de fazer com que o pátrio poder volte a legislar sobre os corpos das mulheres – sexo feminino – ainda mais do que já faz, já está acontecendo? Sim. Querem encarcerar a população feminina, do SEXO FEMININO, e vão tentar isso de todas as maneiras. Uma delas, tornando crime uma mãe denunciar pai por abuso sexual infantil paterno,  #PL4488. Pois é, o buraco do golpe à presidenta eleita democraticamente por 54 milhões de votos é muito mais embaixo do que vocês estão supondo e não finja que não é uma mãe lésbica que luta contra contra a pedofilia que está apontando este dado antes de me chamar de fundamentalista só porque minha visão de gênero é a de que ele é uma hierarquia (macharquistas amam ignorar que sexo/gênero é hierarquia, igual masculinistas direitosos). O objetivo central do fundamentalismo é manter o poder sexual masculino de negociar o sexo feminino. O objetivo central do golpe é manter o útero sob domínio masculino e não finja de novo que isso não mata mulheres – SEXO FEMININO – todos os dias.

– Você sabia que o número de GRAVIDEZ  [SEXO FEMININO, PRECISO DIZER MAIS ALGUMA COISA?] na adolescência dobrou no Brasil de uns anos pra cá? E que os grandes jornais e as instituições ainda tratam do assunto com negligência e omissão se negando a falar do que está por trás desse aumento? O GOLPE CONTRA O SEXO FEMININO SEMPRE EXISTIU.

– Você sabia que a maioria das mulheres prostituídas começam a ser exploradas ainda crianças, mesmo consideradas vulneráveis pela lei, e que existem casos de fazendeiros e juízes que prostituiram meninas e ficaram impunes porque elas já eram prostituídas mesmo então para o sistema judiciário elas podiam ser estupradas ainda que consideradas vulneráveis pela lei, ou seja, incapazes de consentir? 

O judiciário tem um tratamento específico para o SEXO FEMININO. Eu tô cagando vários quilos de bosta pras teorias feministas, qual é a mais verdadeira, eu quero um jeito de peitar a estrutura do HETEROPATRIARCADO. Mas aparentemente serei jogada na fogueira antes mesmo do ~Juízo Final~. 

QUEEEEIMA TEEEERF é o que você tem pra mim, mesmo eu dizendo que não sou feminista radical!

O modus operandis das mulheres tá bem inquisidor, isso significa que estamos trabalhando de graça para o opressor. Palmas pra nós que somos experts em nos autodestruir. 

Eu não me aitoidentifico como feminista porque eu tenho vergonha do que vocês estão fazendo com sobreviventes de abuso sexual na infância seguido de gravidez. É uma vergonha as feministas não estarem se juntando contra o PL dos Pedófilos de autoria do deputado Arnaldo Faria de Sá e é contra o PL dos Cafetões, do Jã Uilis. É uma vergonha não ouvirem mães que afirmam que tem que incluir mãe na revolução sim, aliás, se não tem mãe, não tem pensamento estratégico a longo prazo, logo, SEM MÃE NÃO HÁ REVOLUÇÃO!

Joga na fogueira agora, joga?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

HTML básico é permitido. Seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine este feed de comentários via RSS

%d blogueiros gostam disto: