Mãe. Inquieta. Lésbica. Foda-se. ▶ #Herstorytelling

Suposto estupro: até quando? #ProjetoHisteria

perceba evair a estrutura pedófila da sociedade

pedofilia1

– provas que não provam nada pra polícia (aconteceu o mesmo com o estupro coletivo no Rio de Janeiro + a mesma polícia do DF também afirmou que não houve estupro no caso da garota que foi estuprada pelo segurança em uma balada no reveillon)
– imprensa que bota um suposto abuso mesmo com vídeo produzido pela garota abusada
– crianças sendo tiradas das mães e entregues a pais abusadores com ajuda de teoria pedófila rodando pelos fóruns brasileiros (teorias da alienação parental produzidas pelo pedófilo norte-americano Richard Gardner)
– mais de 500 mil meninas entre 11 e 17 anos vivendo em casamentos ilegais no Brasil
– juiz prostituindo menina e sendo “punido” com aposentadoria
– adolescentes que engravidam de homens adultos que permanecem soltos revitimizando as mesmas vítimas e fazendo novas vítimas
– adolescentes na escola sendo escrachadas por professores de filosofia quando questionam pedofilia
– adultos que acham que crianças provocam e seduzem
– mulheres que não querem enxergar a existência do ativismo pedófilo

ACORDEEEEEEM, ou a gente começa a luta por aqui ou ela já está perdida

PROTEJAM NOSSAS MENINAS!

#ProjetoHisteria é uma iniciativa que visa reunir mulheres para pesquisar e combater narrativas que promovem a cultura do estupro. Jogue a hashtag no google e informe-se para se juntar a nós!

Em breve o site do #ProjetoHisteria entrará no ar. Fique ligada!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

HTML básico é permitido. Seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine este feed de comentários via RSS

%d blogueiros gostam disto: