Mãe. Inquieta. Lésbica. Foda-se. ▶ #Herstorytelling

Sem a verdade não existe arte

É triste que tem gente que acha poesia chata. Chato foi o que o Romantismo fez com ela. Virou plataforma de uma espécie de elogio à heterossexualidade. Poesia, sabe o que é? Vou explicar, é bem simples.

A língua obedece a uma estrutura, certo? Sujeito + verbo + predicado. Eu bebi a água que estava no copo. Eu = sujeito. Bebi  = verbo. A água que estava no copo = predicado.

A estrutura da língua chama Sintaxe.

Pois bem.

A poesia é a rebeldia da linguagem que se revolta contra a colonização promovendo sentido sem se submeter à sintaxe imposta como correta.

Subverter a estrutura e fazer o sentido ser captado produz uma sensação estética poderosa. É um reencontro com a totalidade da experiência humana da qual fomos separadas por termos sido obrigadas a falar a língua dos povos colonizadores.

Um poema é um canal poderoso por onde passa a verdade e faz a mensagem chegar. Se o canal, ou seja, a forma do poema não estiver servindo de suporte para fazer passar uma verdade  historicamente submetida ao silêncio, então não há nada de poético no poema: não é poesia sem verdade. Não é arte se sem verdade.

Agora fiquem com uma aula sobre poesia escrita pela poeta Ana Cristina César.

image

#MulherArtistaResista
#ProjetoHisteria

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

HTML básico é permitido. Seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine este feed de comentários via RSS

%d blogueiros gostam disto: