Mãe. Inquieta. Lésbica. Foda-se. ▶ #Herstorytelling

Sabe o que o seu filho não é? O centro do universo.

Eu tenho uma referência política e ela é autora deste blog. Em meio a tantas informações dispersas dentro de uma sociedade do consumo que já não digere mais nem o que come e nem o que lê, é fundamental que quem produz conteúdo político mantenha o foco e a ética para não propagar discursos cancerígenos. E se tem um discurso cancerígeno na sociedade é aquele que permeia a maternidade compulsória. Boa leitura!

À margem do feminismo


Há nobreza e inteligência nenhuma no individualismo, na ideologia de que nossa linhagem genética é especial. Tolice e patriarcalismo.

Úteros são órgãos que devem ser usados em caso de necessidade, porque é um sacrifício humano gestar, parir e amamentar. Isto deveria ser feito em caso de necessidade e essa necessidade só é saudável e racional quando parte da sociedade. Quando a sociedade está num nível baixo de indivíduos, quando a mortalidade infantil é alta, se está havendo genocídio >>>significativo<<<, e a taxa de mortalidade está competindo com a da natalidade numa sociedade pouco povoada.

E outro detalhe, mesmo o detalhe de ser necessário (releia acima quando é necessário) não é sinônimo de obrigação da mulher. A sociedade pode até precisar de mais crianças no mundo, mas a mulher engravida se ela quiser, se estiver disposta a esse sacrifício. O nosso próprio corpo sinaliza “só faça em caso de…

Ver o post original 2.312 mais palavras

Anúncios

2 Respostas para “Sabe o que o seu filho não é? O centro do universo.”

  1. narawoods

    Mas será que talvez por causa disso mesmo, nós somos a sociedade que somos, mulheres com pouca educação e baixa renda são as mais reprodutivas… Será que não foi assim que a maioria de nós se tornou massa de manobra por que nossas mães foram mulheres que não nos criaram para sermos livres por que elas mesmas não conheciam a liberdade?

    As mulheres bem “preservadas” e donas de si que escolheram n’ao ter filhos acabaram-se e com elas parte do seu estilo de vida e pensamentos (ja que nem todas publicam e se publicam etc)

    Curtir

    Responder
    • milfwtf

      Sim! Isso tudo que você disse está correto. Por isso que a voz das mães precisa ser colocada no centro do feminismo para que possamos partilhar referências diferentes das que estão disponíveis por aí. As referências de maternidade estão sempre ligadas ao sacrifício, ao filho acima de tudo. Não são todas as mães que pensam e agem dessa forma. A maternidade é um câncer. Problema nenhum com as crianças e sim com o abandono delas pela sociedade para que elas fiquem aos encargos das mães e assim toda a sociedade é controlada, os homens têm acesso a tudo às nossas custas. Por causa da maternidade que nos isola.

      Curtir

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

HTML básico é permitido. Seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine este feed de comentários via RSS

%d blogueiros gostam disto: