Mãe. Inquieta. Lésbica. Foda-se. ▶ #Herstorytelling

Vítima de pedofilia opina sobre #ElesPorElas

Nossa que dor ler aqui esse Feminismo vendido pra publicidade que “não é da mulher” a luta das mulheres em que homens também sofrem.

Que falta de respeito com todas as mulheres que tiveram seus CORPOS queimados na fogueira da Inquisição. Que falta de respeito à memória dessas mulheres que também foram queimadas através de seus livros queimados, das lésbicas, das parteiras, das “bruxas”.

Eu estou chocada com a indelicadeza de quem está envolvido nessa campanha, indelicadeza com vítimas de pedofilia que jamais se submeteriam a lutar ao lado de alguém que detém privilégios inclusive econômicos sobre as mulheres.

Vocês: agência Think Eva, Partida, ONU, Marcelo Tas, vocês que colocam a luta das mulheres nas mãos de homens que dizem publicamente que “exageramos na nossa luta, vocês estão nos jogando aos leões, vocês estão ajudando a apagar a memória das mulheres e isso não pode ser chamado de Feminismo. Ou aliás, pode, é exatamente o que representa o ativismo feminista heterocentrado (vulgo: EXCLUSOR DE LÉSBICA), com discursos que zoam, caçoam as mulheres que só se unem a mulheres. E TENHO PROVAS DO QUE DIGO, não sou dessas de caluniar mulheres como fazem suas aliadas colegas de profissão. Seus colegas de profissão me expulsaram do Mercado de Trabalho por eu estar grávida, até parece que vou apertar a mão deles através da de vocês.

Eu sou #ElasPorElas porque ELES NUNCA VÃO ME LIBERTAR ESPONTANEAMENTE. Isso é a História das Mulheres que vive se repetindo por não termos acesso às memórias de nossas antepassadas. É sobre Backlash, é sobre a história de avanço-retrocesso-avanço-retrocesso (escrita pela Susan Faludi) que criticamos quando devolvemos os HOLOFOTES que deveriam ser NOSSOS aos HERÓIS, isso na minha análise literária (sou licenciada em Literatura e Língua Portuguesa, licença). Vocês querem retroceder para o Romantismo e eu quero avançar para uma escola literária em que eu não seja censurada ao falar de estupro e exploração sexual infantil.

Parem de cagar na minha luta por um movimento mais que político, artístico, que representa mais do que a mídia quer ver, representa o que ela não quer mostrar. Parem de estrangular quem quer ter o direito à verdade. A ditadura nunca acabou para as mulheres.

Eles querem nos impor silêncio e isso não pode ficar assim. #ElesPorElas é o discurso do príncipe no cavalo branco, falo como mulher, mãe, ex-redatora publicitária, formada em Letras e quase especialista em Semiótica se é isso o que vocês esperam que toda mulher tenha para que ela tenha o direito de FALAR POR SI.

Só vítimas de pedofilia podem falar por si!

Procurem pelos meus posts sobre pedofilia e comecem a me dar espaço porque eu não tô aqui pra brincadeira. Eu tô aqui pra fazer denúncia séria sobre pedofilia defendida pelo Governo e pela Justiça Brasileira.

#ElasPorElas #Vitimas#Pelas#Vitimas

Anúncios

2 Respostas para “Vítima de pedofilia opina sobre #ElesPorElas”

  1. Victória

    Você está equivocada. Pedofilia não é abuso sexual. A maioria dos abusadores de crianças não é pedófila.

    Curtir

    Responder
    • milfwtf

      Victória, aposto que você tem um pau no meio das pernas e se sente atraído por crianças. Estou aprovando o teu comentário só pra ficar registrado que o seu pensamento existe. Eu não estou equivocada, equivocado é você por sentir atração sexual por crianças e se esconder atrás de um “””transtorno mental””” pra tirar o seu cu da reta e fazer de conta que NASCEU com esse interesse sexual voltado pra crianças, como se esse interesse fosse uma anormalidade, como se não fosse a coisa mais comum do mundo, como se não acontecesse a cada esquina, como se pornografia infantil não fosse o nicho pornô recorde de consumo, o que significa que a demanda é alta, o que significa que pedofilia não é anormalidade, ela é NORMALIDADE, não é transtorno, é cultura de estupro sádica que não poupa nem quem não tem capacidade cognitiva pra consentir. Morre, desgraçado!

      Curtir

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

HTML básico é permitido. Seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine este feed de comentários via RSS

%d blogueiros gostam disto: