Mãe. Inquieta. Lésbica. Foda-se. ▶ #Herstorytelling

Como um bebê aprende a falar – 3

Théo de um mês pra cá aprendeu muitas palavras novas. A mais frequente, aliás, uma delas depois de mamá, era “cai”. Agora ele fala “caiu”. Flexão verbal na raiz. Duvido que ele faça a ligação da palavra nova com a referência ao pretérito perfeito. Não se aprende a falar por abstrações e sim pela experiência direta, interacional.Ele começa a apresentar sinais de desenvolvimento sintático em sua fala. Outro dia, mais ou menos um mês atrás, ele falou sonhando (detalhe importante a continuidade do aprendizado durante o sono): “qué…(pausa) mamá!”. Está começando a ter noção de suas necessidades e de que existem palavras que juntas o levam à satisfação. Que juntas essas palavras representam desejo + objeto de desejo (mais correto é dizer necessidade, desejo é psicanalítico e a psicanálise é bem patriarcal e cheia de distorções que não cabem aqui, talvez em um próximo post).Tão inconsciente de seu próprio aprendizado e ainda assim aprendendo. Porque seu corpinho humano, biológico, tem potencias que se cruzam tonando o aprendizado da língua falada algo possível. Mas também porque quem interage com ele, eu, a mamãe, sua única cuidadora (não por escolha, por falta de) está sempre conversando com ele de igual pra igual, sem desmerecer sua participação no mundo. Caiu? Então eu narro os acontecimentos ao seu redor. Caiu! Caiu, filho? Você derrubou! Vamos pegar?

E agora ele fala pela casa:

– Caiu!
– Caiu!

E a construção de verbo + objeto de necessidade fica latente. Como em todos os outros aprendizados linguísticos: não é linear. Aparece num lampejo de consciência – e que interessante, dessa vez dentro de um sonho. E some no meio do caos.

Ter tido filho é experimentar diretamente o desenvolvimento linguístico contínuo de um ser humano e isso nenhuma pós seria capaz de me oferecer. Que bom que eu tive a oportunidade de cursar algo que sempre fez parte da minha vida. Letras. Melhor poder registrar minhas impressões e compartilhá-las com quem estiver afim de me ler.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

HTML básico é permitido. Seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine este feed de comentários via RSS

%d blogueiros gostam disto: