Mãe. Inquieta. Lésbica. Foda-se. ▶ #Herstorytelling

Supernovas

Morri. Olho para trás sem julgamentos dirigidos a mim. Não erros. Não acertos. Apenas eu sendo. Mas morri. E não que eu esteja agora mais evoluída: hierarquias são a mais pura ilusão. Morri vivendo, inspirando e expirando dentro de um corpo que já abrigou identidades diversas em 28 anos de existência. Quatro vezes sete. Não que eu esteja mais qualquer coisa. “Mais, melhor, maior” é exatamente do que tenho me despedido. Só olho para trás e vejo que quem eu fui já não me serve. Tenho hábitos e vícios da velha identidade ainda cravados no piloto automático. Mas morrer não é algo simples em que tão logo aconteça altere tudo. Há o corpo, que é memória física. Há a velha eu partindo e a nova eu habituando-se a si mesma. E há uma forte amizade entre ambas. Muiticoexisto coesa. Há entre a velha e a nova uma gratidão enorme que amansa medos. Uma consciência que sorri para tudo o que fui. Consciência que flui em ritmo de autosororidade. A nova gentilmente aguarda o momento em que a velha se sinta pronta para ir, sem despejos. A velha sente que a nova é bem-vinda. Elas se abraçam, conectadas e belas como o brilho de uma verdade sentida e vivida com intensa profundidade.

Eu sou tudo isso. Sou elas todas, vocês todas. E vocês me são. Somos o ontem, o hoje e o amanhã. A lua e até as estrelas que não enxergamos a olho nu. Invisíveis, como muitas de nós fomos acostumadas a nos perceber. Mas existimos atravessando os tempos até chegarmos aqui. E estamos nos encontrando. Umas às outras e a nós mesmas.

Ex-estrelas. Supernovas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

HTML básico é permitido. Seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine este feed de comentários via RSS

%d blogueiros gostam disto: