que palavras mais lindas nessa manhã chuvosa, Natacha!
você escreve tão bem…

“tristeza é uma natureza mais consciente” – exatamente isso que eu sinto hoje.
consciente demais de tudo que se passa aqui dentro, mas sem saber o que fazer, por onde começar. Teve um tempo em que eu não me importava em ser triste alguns dias, mas confesso que agora tá mais difícil.

obrigado pela reflexão.

beijo,
marina

Curtir